segunda-feira, 10 de maio de 2010

Teor do Hidróxido de Magnésio em Leite de magnésia. Leite de magnésia é a suspensão (solução) de hidróxido de magnésio -Mg(OH)2 -em água Sua ação laxante deve-se à reação dela com o Ácido clorídrico do suco gástrico ,formando cloreto de magnésio -MgCl2 -que é deliqüescente, ou seja, absorve muita umidade, chegando até mesmo a se dissolver na água absorvida do meio. Desse modo, lubrifica-se os intestinos, neutralizando a prisão de ventre. A titulação do Mg(OH)2 deve ser feita de maneira indireta, por ser pouco solúvel, faz com que a determinação do ponto de quivalência seja difícil. Para evitar esse problema, o procedimento adotado é fazer com que a eação de neutralização do hidróxido de magnésio ocorra totalmente através da adição de uma quantidade excessiva da solução de ácido padrão secundário. Em seguida, o excesso de ácido é titulado com uma solução-padrão básica secundária. Esse procedimento de determinação da quantidade em excesso adicionada é conhecido como retrotitulação ou titulação de retorno. A detecção do ponto final, ponto de equivalência ou ponto estequiométrico pode ser detectado comumente pelos indicadores ácido-base. Esses indicadores apresentam um intervalo de mudança de cor (viragem) característico. A cor do indicador depende do pH do meio. 2 -PROCEDIMENTO EXPERIMENTAL MATERIAIS E REAGENTES Água destilada Balão volumétrico Becker Proveta Erlenmeyer Fenolftaleína Pipeta de pasteur Pisseta Leite de Magnésia (1200mg/15ml) Solução 0,1M de Ácido Clorídrico Solução de Hidróxido de Sódio 0,1M PARTE EXPERIMENTAL Para a realização do experimento, inicialmente agita-se o leite de Magnésia até formar uma emulsão bem homogênea. Toma-se um elenmeyer de 125ml na balança e tara, em seguida, com o auxílio de uma pipeta de pasteur, adiciona-se cerca de 0,5g da emulsão ao erlenmeyer e anota-se a massa adicionada. Adiciona-se 15ml de solução de HCl 0,1M preparada e padronizada e 3 gotas de fenolftaleína à emulsão. Enche a bureta com NaOH 0,1M e titula o excesso do ácido que reagiu com o Mg(OH)2 Repete-se todas as etapas mais uma vez e tira a média da concentração de Mg(OH)2 das amostras. Determinação da densidade da emusão Toma-se uma proveta de 10 ml limpa e seca. Ponha-a numa balança de precisão. Em seguida, com o auxílio de uma pipeta de pasteur, adiciona-se 1,0 ml da emulsão previamente homogeneizada e anota-se a massa. Posteriormente adiciona-se mais 1 ml e anota-se novamente a massa. Faz o mesmo para 3 ml e finalmente calcula-se a densidade da emulsão. 4 RESULTADOS E DISCUSSÕES O Leite de Magnésia que foi utilizado neste experimento é da marca Magmax ,possui (1200mg/15ml). Depois de adicionado 15ml de HCl em duas amostra contendo 0,50g e 0,52g respectivamente,da emulsão de Leite de Magnésia e 3 gotas de Fenolftaleína titula-se o excesso do ácido que reagiu com o Mg(OH)2 com uma solução de NaOH já padronizada 0,1M. Obteve-se esses resultados: Número de mols de HCl que reagiram com o Mg(OH)2 (no primeiro e na duplicata) Cálculo da molaridade obtida através dos experimentos realizados: A segunda Parte da experiência, consistia na determinação da densidade da emulsão. Somente um grupo fez e mostrou seus resultados: Cálculo da densidade: Densidade média e desvio padrão 5 CONCLUSÃO O processo desenvolvido no laboratório propiciou aos alunos não só o exercício da prática experimental, mas também uma fundamentação teórica concisa sobre o processo de Titulação indireta de um produto que é muito utilizado no nosso dia-a-dia.Resultados experimentais se aproximaram significativamente dos resultados teóricos esperados, possuindo uma pequena margem de erro causada, dentre outros fatores, pelo grau de pureza dos reagentes, pela precisão das medidas efetuadas e pela diferença entre o ponto de equivalência e o ponto final da titulação. 6 PRÉ-LABORATÓRIO 01Considerando que a concentração de Mg(OH)2 é exatamente a descrita no rótulo (1200mg / 15ml), qual deveria ser o volume de HCl 0,1M necessário para neutralizar 0,500 g da emulsão, considerando que a densidade desta é 0,9 g/ml? R. 02. Por que em caso da adição de um volume pequeno de HCl, a solução obtida a partir da Emulsão apresenta uma coloração rosa? R. O hidróxido de magnésio, que, por ser pouco solúvel, faz com que a determinação do ponto de quivalência seja difícil .Se for adicionado um pequeno excesso de HCl o indicador não vai ter efeito e não vai ser possível a titulação. equivalência seja difícil 7 PÓS-LABORATÓRIO 01. Faça todos os cálculos e determine a concentração de hidróxido de Magnésio na amostra, levando-se em consderação que o teor de hidróxido de Magnésio no leite de Magnésia é 1200 mg por 15 ml de emulsão. R. 02- Compare o valor com o tabelado e calcule o erro da sua análise. Cálculo da molaridade obtida através dos experimentos realizados: Cálculo da molaridade indicada no frasco de leite de magnésia (1200mg por 15mL): 8 BIBLIOGRAFIA Todas as fontes de informações que não obtidas em laboratório, sala de aula ou de conhecimento prévio dos alunos estão listadas a seguir. Livros: VOGEL, Arthur I.,Química Analítica Qualitativa, 5ª edição, Editora Mestre Jou- São Paulo, 1981. Internet: http://www.qca.ibilce.unesp.br/prevencao/produtos/fenolftaleina.htmL http://pt.wikipedia http://www.tele.ed.nom.br/buretp.html http://qaonline.iqsc.usp.br:8180/FCKeditor/UserFiles/File/Eder/LabQuimicaBpratica7

Nenhum comentário:

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto
Santo Antonio do Caiua / Nova Esperança, Paraná, Brazil
bom tenho 19 anos !!! vivo em um mundo sem ilusoes pois gosto de enchergar a vida com mais franquesa !tenho varias barreras a enfrentar no meu dia dia ... no entando amar eh o mais dificil de aguentar pois sofro de mais e ainda msm assim sei q vou amar mais vejo o quanto eu sofro e msm assim amooOo !!!!!